SOLUÇÃO ENSINA

Pix parcelado pode ser a extinção do cartão de crédito?

A opção de fazer um pix parcelado é atrativa para as pessoas em geral, principalmente se não precisar de um cartão de crédito. Ainda assim, vale a pena entender seu funcionamento antes de optar por essa modalidade.

Criado 24/08/22         

pix parcelado

Como funciona o pix parcelado

O pix foi projetado para oferecer uma maneira segura, conveniente e sem atritos de realizar pagamentos entre contas bancárias. Ao utilizar o pix, o consumidor pode parcelar o pagamento e ainda assim o valor total é depositado na conta do recebedor. Esse parcelamento é normalmente atrelado a um limite pré aprovado pela instituição financeira ou ao saldo do cartão de crédito.

Essa operação é de responsabilidade dos bancos, já que o Banco Central não definiu uma data específica para o lançamento da versão oficial chamada Pix Garantido. Por sua vez, o pix parcelado do Bacen não estará atrelado a cartões de crédito e por isso seu uso deve ser mais acessível aos consumidores. Podendo inclusive ser usado para pagamento de mensalidades como academia e escolas.

O pix parcelado já está disponível?

De acordo com o Banco Central, o Pix Garantido estará disponível a partir de 2023 e a operação não será considerada uma modalidade de crédito. Ainda assim, parte do pagamento será feita à vista e as demais parcelas serão descontadas nos meses seguintes como qualquer parcelamento. Além disso, o parcelamento será oficialmente válido como meio de pagamento entre instituições financeiras. Ou seja, não inclui transferências entre pessoas físicas.

Porque algumas instituições já oferecem pix parcelado?

Enquanto o Bacen não oficializa o Pix Garantido, outras instituições financeiras já oferecem o parcelamento como produto próprio. No entanto, não há regulamentação do Banco Central e por isso são os próprios bancos que determinam as regras e condições do parcelamento. Inclusive, a instituição também estabelece as taxas de juros sobre a operação. Eventualmente, as cobranças podem chegar a 4,99% do valor e aumentar conforme o número de parcelas.

Substitui o cartão de crédito?

Atualmente o parcelamento do pix depende do cartão de crédito, justamente por algumas instituições usarem o limite do cartão para pagamento. Nesse sentido, não seria viável substituir um serviço pelo outro. Porém, com a perspectiva de um pix parcelado que independe desse limite, já podemos considerar a substituição.

Ainda assim, especialistas da área não acreditam que o cartão de crédito possa ficar obsoleto tão rapidamente. Mesmo que a adesão ao novo serviço deva ser grande e traga vantagens para pessoas que não conseguem altos limites no cartão de crédito. Também é preciso lembrar que, a princípio, nem todas as compras poderão ser pagas com o pix. Dessa forma, o cartão deve continuar sendo útil mesmo depois do lançamento do Pix Garantido.

Vantagens e riscos

As vantagens do pix parcelado são óbvias, principalmente no que diz respeito à praticidade. Primeiramente, o parcelamento em si já é vantajoso porque o consumidor não precisa ter o valor em conta no ato do pagamento. Ao contrário do cartão de crédito, onde há um  prazo para o recebimento, com o pix parcelado o credor recebe o valor total na hora. Além disso, é possível agendar o pagamento de serviços mensais sem precisar de cartão de crédito.

Em contrapartida, é preciso ficar atento a alguns pontos. Atualmente, as taxas de juros não estão regulamentadas e cada instituição cria suas próprias condições. Por conta disso, é importante ficar atento para não pagar por juros abusivos na hora de parcelar pix. Enquanto isso, o parcelamento com cartão de crédito não costuma ter cobrança de juros e o vendedor é responsável pelos custos.

Fique atento às parcelas agendadas

Assim como outras compras parceladas, é preciso ficar atento para não acabar se endividando. Muitas vezes, o consumidor não se atenta que a soma das prestações está comprometendo o orçamento acima do recomendável. Pensando nisso, ao usar o pix parcelado, tenha certeza de que você poderá garantir os pagamentos futuros. Uma boa maneira de evitar a inadimplência é usar o método 50-30-20 para distribuir seus gastos.

Outras modalidades: pix troco e pix saque

Além do Pix Garantido, o Banco Central já lançou outras funcionalidades para esse serviço: Pix Troco e Pix Saque. Entenda como cada uma delas funciona.

Pix Saque

Este serviço está disponível em alguns estabelecimentos autorizados, o consumidor envia o valor pix e recebe a mesma quantia em espécie. Além disso, o cliente não pode receber cobranças adicionais pelo serviço. Essa função é vantajosa para pagar compras em estabelecimentos que só aceitam dinheiro físico sem precisar ir ao banco, por exemplo.

Pix Troco

Semelhante ao Saque, o consumidor recebe uma quantia em espécie. Porém o valor repassado precisa ser equivalente ao troco. Ou seja, o consumidor precisa fazer uma compra no estabelecimento, pagar um valor superior e receber a diferença em espécie. Por exemplo, ao fazer uma compra de R$85 é enviado um pix de R$100 e o cliente recebe R$15 em dinheiro vivo. O estabelecimento também precisa ser autorizado para oferecer esse serviço.

Como passar a usar o pix parcelado

Se você já tem relacionamento com instituições que oferecem o pix parcelado, se informe diretamente com seu banco como utilizar. Em geral, não há restrições para o uso e você só precisa estar de acordo com os juros que incidem sobre a operação. Fique atento àquelas que aumentam as taxas proporcionalmente ao número de parcelas. Caso o seu banco ainda não preste esse serviço, você pode aguardar a oficialização do Pix Garantido. Afinal, após a regulamentação do Banco Central, a modalidade deve se tornar mais comum.

Continue acompanhando as postagens no blog da Solução Financeira para se manter informado sobre o mundo das finanças. Até a próxima!

Posts relacionados

Solução Financeira – CNPJ: 23.847.868/0001-27