PLANEJAMENTO

Pagar à vista ou a prazo? Entenda qual é mais vantajoso

Em muitas compras o consumidor tem a opção de pagar à vista ou a prazo, porém essa é uma escolha a ser feita de forma consciente. Entenda o porquê.

Criado 27/07/22         

pagar à vista ou a prazo

Qual a diferença entre pagar à vista ou a prazo?

De forma geral, o parcelamento é visto como uma escolha arriscada para o consumidor, mesmo sendo muito comum no Brasil. Inclusive, muitos especialistas defendem que pagar à vista é sempre mais vantajoso. Levando algumas possibilidades em consideração, é notável que cada forma de pagamento tem seus benefícios.

A partir disso, é importante levar em conta o comportamento de suas finanças em cada pagamento. Se a prazo, o valor e a quantidade de parcelas precisam estar alinhadas à sua estabilidade. Se for à vista, o preço do produto não deve comprometer demais as reservas financeiras. Portanto, o ideal é analisar os prós e contras antes de decidir como pagar.

Vantagens do pagamento à vista

Possibilidade de descontos

Seja no pagamento em espécie ou mesmo no PIX, pagar à vista pode significar economia. Além de receber o valor imediatamente, o vendedor não precisa custear taxas extras sobre o valor da venda. A ausência dessas taxas, pode trazer redução do valor para o consumidor. Nesse sentido, é válido pedir desconto ao vendedor no ato da compra sempre que optar pelo pagamento à vista.

Reduz o consumismo

Com a necessidade de organizar e planejar as compras, o consumidor fica menos suscetível às compras por impulso. Isso porque será necessário juntar o dinheiro antes de realizar a aquisição. Além de tempo para reavaliar a necessidade da compra, a espera permite observar promoções e ofertas melhores.

Previne a inadimplência

Essa vantagem é bem óbvia. Tendo pago o valor total do produto no ato da compra, não resta saldo devedor que acarrete cobranças. Como resultado, o consumidor pode ficar mais tranquilo em relação à própria reputação junto aos birôs de crédito.

Desvantagens de pagar à vista

Sensação de ficar sem dinheiro

Eventualmente após uma aquisição de alto valor, o consumidor sente a diferença nas reservas financeiras. Por conta disso, é preciso ter suas economias consolidadas para não ser pego desprevenido caso tenha imprevistos. Desde já, recomendamos começar sua própria reserva de emergência. Veja como nesse post.

Guardar dinheiro para comprar

Tanto quanto é vantajoso, precisar acumular o valor da compra também pode ser desfavorável. Enquanto aguarda ter todo o dinheiro para a compra, o consumidor tem que adiar a aquisição. Por exemplo, não ter reservas impede as compras emergenciais de alto custo. Da mesma forma, itens mais caros precisam de mais tempo para serem adquiridos.

Vantagens de pagar a prazo

Antecipação das compras

Ao contrário do pagamento à vista, onde é preciso ter o valor integral, parcelar garante a compra imediata mesmo sem dinheiro em mãos. Ao mesmo tempo que permite cobrir aquisições emergentes que fogem dos planos.

Manter as reservas aplicadas

Já que não é necessário ter o dinheiro em mãos, você pode manter aplicações ativas enquanto parcela as compras. Dessa forma, suas economias continuam rendendo sem que precise abrir mão das aquisições necessárias. Contudo, se torna ainda mais vantajoso quando o rendimento do investimento é maior que o juros da parcela.

Desvantagem de pagar a prazo

Risco de se endividar

Acima de tudo, esse é o maior risco que um consumidor corre ao parcelar suas compras. Ainda mais no que diz respeito à estabilidade e como o pagamento das parcelas faz parte de um futuro incerto. Em outras palavras, imprevistos acontecem e podem desorganizar suas finanças levando à inadimplência. Nesse sentido, assumir parcelas de alto valor ou a longo prazo é uma escolha perigosa.

Critérios que ajudam na escolha

De forma geral, existem alguns pontos a se considerar no intuito de facilitar a escolha. Veja abaixo algumas questões significativas para determinar se é melhor pagar à vista ou à prazo:

Valor da compra

Por exemplo, na aquisição de um carro ou de uma casa, poucas pessoas terão condições de fazer o pagamento à vista. Por conta do valor, juntar o dinheiro leva tempo e depende de inúmeros fatores. Claro que o ideal seria poupar para evitar o pagamento de juros abusivos. De qualquer forma, a compra a prazo também vale a pena nesses casos.

Em contrapartida, os itens mais baratos devem ser pagos de imediato para não comprometer o orçamento dos próximos meses.

Taxa de juros

O cartão de crédito é o vilão dos juros exorbitantes. Por conta disso, mantenha o pagamento da fatura sempre no dia correto do vencimento. Da mesma forma, evite parcelar a fatura para evitar encargos e juros.

No que diz respeito às compras rotineiras, é válido lembrar que muitas parcelas comprometem seu orçamento pouco a pouco. Eventualmente, um imprevisto pode desequilibrar suas finanças e o atraso passa a gerar juros sobre o parcelamento. Em outras palavras, o valor cresce como uma bola de neve e se torna uma inadimplência.

Descontos

À primeira vista, o desconto pode não ser tão aparente, mas ainda assim está lá. Considere a seguinte situação:

Um item custa R$1.200,00 à vista. Ou pode ser parcelado em 10x de R$150,00. O valor total do parcelamento é de R$1.500,00, ou seja, pagando à vista você economiza R$300,00.

Este é apenas um exemplo, mas você pode prestar atenção nos anúncios do dia a dia para encontrar essas vantagens na hora de comprar.

Aquisições anteriores

A princípio, os especialistas recomendam que as parcelas mensais não comprometam mais que 30% dos ganhos fixos. Então antes de iniciar uma nova compra parcelada, faça os cálculos do que já está sendo pago. O cálculo é simples, basta pegar o valor do salário e multiplicar por 30, depois dividir por 100. Esse é o valor máximo que a soma das parcelas deve alcançar.

Porque as lojas preferem as prestações?

Frequentemente nos deparamos com anúncios e ofertas onde os parcelamentos parecem mais atrativos. Inclusive, algumas lojas anunciam as parcelas com maior destaque, deixando o valor à vista mais discreto.

Por mais que receber à vista seja vantajoso por ser dinheiro na hora, alguns vendedores têm mais vantagem ao vender a prazo. Esses são os casos de empresas cujos rendimentos não dependem do movimento de caixa diário, ou seja, elas não precisam que os pagamentos entrem em conta no mesmo dia. Dessa forma, vale a pena aguardar para receber pouco a pouco, mas um valor maior acrescido de juros.

Afinal, é melhor pagar à vista ou a prazo?

Como você viu ao longo do texto, a escolha de pagar à vista ou a prazo depende do contexto da compra. Leve em consideração as dicas que apresentamos aqui para tomar a melhor decisão de acordo com o seu bolso. Sobretudo, esteja sempre atento aos descontos e taxas de juros para garantir o máximo de economia possível.

Desde já, confira os outros posts do nosso Blog para manter seu bolso a salvo das armadilhas de consumo. A Solução Financeira trabalha para ajudar você a manter a sua saúde financeira em dia.

Posts relacionados

Solução Financeira – CNPJ: 23.847.868/0001-27