PLANEJAMENTO

Como negociar salário antes e depois da contratação

Pedir um aumento ou mesmo negociar salário durante a entrevista pode ser desconfortável para algumas pessoas. Porém, vamos te ensinar como preparar bons argumentos para essa negociação e conquistar uma renda melhor.

Criado 19/10/22         

dicas para negociar salário

A importância de negociar salário

Antes de mais nada, reforçamos que é direito do trabalhador discutir seu salário de acordo com suas entregas e necessidades. Buscar o equilíbrio financeiro contribui para um melhor rendimento na função, afinal um salário justo demonstra valorização do funcionário. Por outro lado, negociar é natural e demonstra competência e seriedade. Portanto o ambiente deve ser favorável a uma conversa franca entre empregador e empregado. Seja nos ajustes da contratação ou já no decorrer da jornada profissional na empresa.

Porém, a habilidade de negociação não é natural de todas as pessoas. Alguns podem ter dificuldades em se expressar, por isso é necessário preparar sua fala e analisar o cenário antes de iniciar a conversa. Observe as dicas que trouxemos para te ajudar a se preparar para esse momento e garantir um bom acordo para os dois lados.

6 pontos para se atentar

1. Prepare-se para a conversa

Em geral, a iniciativa da solicitação parte do empregado e isso te dá tempo para se preparar. Comece pesquisando a média salarial para a sua função e localidade, esses valores não limitam sua proposta, mas sim dão uma base para o cálculo. Considere que a média se refere a profissionais com habilidades padrão, então construa seus argumentos a partir do seu diferencial. Isso vale tanto para pedir um aumento, quanto para negociar o salário inicial em um novo emprego.

Apesar de parecer um tema complicado, estudar suas finanças é uma tarefa simples. Além de ter diversos cursos gratuitos que te ensinam o básico para controlar seus gastos, você pode aprender apenas se informando nos lugares certos. Por exemplo aqui no blog da Solução Financeira, onde trazemos com frequência textos ricos em conteúdo numa linguagem acessível para todos os públicos.

2. Conheça seu potencial

Da mesma forma que não vale a pena aceitar um salário muito inferior ao seu potencial, não é correto pedir mais do que tem a oferecer. Esteja atento e alinhado aos objetivos da empresa e compare com suas competências para calcular seu salário. Quanto mais próximo suas habilidades estiverem dos interesses da empresa, mais o empregador estará disposto a pagar. Se você já trabalha na empresa, use pontos positivos do seu feedback como argumento.

3. Negociar salário não é ser arrogante

Algumas pessoas temem ser arrogantes na hora de negociar salário e essa é uma preocupação tão válida quanto simples de resolver. Um bom profissional que se dedica a sua função para além do mínimo esperado não passa despercebido por uma boa gestão. E um currículo bem montado também cumpre o papel de mostrar a qualidade do perfil. Sendo assim, suas competências são conhecidas pelo empregador e tudo o que você precisa fazer na hora de negociar é lembrar o que tem a oferecer.

4. Seja flexível ao negociar salário

É importante ter uma proposta clara e bem definida em relação ao salário, principalmente ao solicitar um aumento. Contudo, também é preciso estar aberto a contra-propostas e com disposição para ouvir. Afinal, numa negociação as partes devem apresentar suas opções e chegar a um acordo.

5. Respeite as possibilidades da empresa

Leve em consideração o momento que a empresa se encontra e se há condições internas e externas que viabilizam sua proposta salarial. Solicitar um valor muito acima do que a empresa pode pagar é sinal de que você não está alinhado a ela. O seu interesse em trabalhar nesse local não deve depender exclusivamente do salário, mesmo que esse seja um ponto importante. Sendo assim, seja justo ao fazer a proposta e ao considerar a resposta.

6. Leve em conta os benefícios

Ao negociar salário, considere outras formas de ganho como bonificações, comissões e benefícios. Por mais que não traga um valor em dinheiro, algumas coisas como plano de saúde e vale-refeição significam economia em gastos frequentes. Coloque na ponta do lápis o peso dessas ofertas no seu orçamento e opte pelo que mais trouxer vantagens para você.

O que não fazer ao negociar salário

  • Não use necessidades pessoais como forma de comover o empregador, se concentre nos méritos profissionais;
  • Não minta sobre seus objetivos para conseguir vantagens, criar uma relação de honestidade com a empresa é sempre o melhor caminho;
  • Não ignore o cenário econômico ao fazer sua proposta, em momentos de baixas gerais a empresa não terá condições de pagar mais;
  • Não use colegas como parâmetro, principalmente se não exercem a mesma função que você. Na verdade, é antiético questionar o quanto outros funcionários recebem;
  • Não esqueça de anotar as propostas apresentadas e solicitar formalização escrita, assim fica registrado o que foi conversado até então;

Negociar salário vale a pena

Seguindo as orientações acima, você só tem a ganhar. Mesmo que você não atinja o valor do salário desejado, com certeza terá um crescimento durante a conversa. Seja chamando atenção do empregador para a sua seriedade, seja adquirindo experiência para conversas futuras. Eventualmente, busque novas oportunidades de crescimento e de melhorias no salário. Também aprenda a administrar o que ganha para não se endividar.

Enquanto ainda não tiver condições de ganhar mais, aprenda a sair das dívidas ganhando pouco com a Solução Financeira. Continue acompanhando nosso Blog para lidar cada vez melhor com seu dinheiro. Até a próxima!

Posts relacionados

Solução Financeira – CNPJ: 23.847.868/0001-27