EMPRÉSTIMO

Descubra as vantagens e desvantagens de fazer empréstimo

Fazer empréstimo é uma das formas mais populares de crédito, mas decidir por solicitá-lo pode não ser uma decisão tão fácil. Descubra neste texto as vantagens e desvantagens para tome uma decisão consciente.

Criado 06/04/22         

Compartilhe:

Num primeiro momento, pode parecer valer a pena quando precisamos lidar com emergências financeiras. Por exemplo, ao pagar uma despesa médica inesperada ou ao ficar mais próximo da realização de um sonho. Principalmente se tratando da compra de um imóvel, um carro ou até de reformar a casa. 

Várias são as situações em que solicitar crédito parece uma boa ideia. Em algumas dessas vezes ele realmente pode ser uma boa saída, mas para essa decisão é preciso levar alguns pontos em consideração.  Enquanto muitas pessoas enxergam como uma solução viável para certos problemas e imprevistos financeiros, outras fogem do empréstimo a todo custo, não importa qual o tamanho da dificuldade.

Mas quando realmente vale a pena fazer um empréstimo? Separamos algumas dicas para você decidir se ele é a melhor opção para resolver a sua situação. Continue lendo este texto e descubra. 

Como é fazer empréstimo na prática?

De forma geral, todas as formas implicam em pedir um valor em dinheiro para uma instituição financeira e realizar o pagamento depois, normalmente, de forma parcelada e com uma taxa de juros sobre o montante. Portanto, oprimeiro ponto importante é estar atento às diferentes cobranças sobre o valor solicitado. 

Tipos de empréstimo

Atualmente, existem diferentes formatos no mercado, algumas voltadas a objetivos específicos, outras com taxas de juros maiores ou menores. A primeira dica ao escolher é saber qual a melhor opção para você. Os principais tipos de empréstimo são:

  • Empréstimo consignado
  • Empréstimo pessoal
  • Empréstimo pessoal com garantia
  • Crédito estudantil ou universitário
  • Crédito habitacional
  • Crédito automotivo
  • Antecipação de 13º salário
  • Cheque especial

Vantagens e desvantagens

Antes de mais nada, é importante analisar quais as vantagens, desvantagens e os riscos de recorrer a essa forma de crédito. Confira a seguir com mais detalhes pontos importantes para a sua decisão:  

Vantagens de fazer empréstimo

Cada modalidade apresenta vantagens específicas que podem satisfazer suas necessidades.  Nesse sentido, você precisa saber qual seu objetivo ao solicitar essa crédito. Por exemplo, se você precisa de um empréstimo para financiar seus estudos, talvez a melhor opção seja um crédito estudantil ou universitário. Da mesma forma, aqueles que desejam comprar um carro o crédito automotivo pode ser a saída.

A principal vantagem em solicitar um empréstimo é a rapidez. Quando se trata de comprar um veículo existe a opção de fazer um consórcio, mas o empréstimo automotivo permite retirar o carro antes da outra modalidade. Igualmente , ao realizar o sonho de uma viagem internacional ou de abrir seu próprio negócio, ao invés de juntar o dinheiro, apenas solicita um empréstimo. 

Riscos de solicitar crédito

Devido aos riscos, muita gente fica insegura na hora de solicitar crédito. Apesar das vantagens em contratar um empréstimo, é preciso ter muita atenção às desvantagens para não acabar com um problema ainda maior. 

Contratos com cláusulas abusivas 

A elaboração dos contratos é de responsabilidade exclusiva dos bancos. Isso significa que ao assinar o contrato você estará concordando com cláusulas determinadas por eles sem que você possa interferir de forma direta. 

No contrato, são incluídos juros, taxas de serviços, multas e outros valores que em muitos casos não estão de acordo com o direito do consumidor. Porém ao assinar você passa a ser obrigado a cumprir. Por conta disso, recomendamos ficar atento a contratos que garantem benefícios excessivos ao banco e obrigações abusivas ao consumidor. 

Juros muito elevados 

Outro problema recorrente  são os valores abusivos das taxas e juros cobrados pelas instituições financeiras. No Brasil, os juros estão entre os mais altos do mercado. Frequentemente,  ao fazer empréstimo, o cliente contrata um valor e acaba pagando quase o dobro. 

Dependendo da forma de empréstimo a situação pode ser cada vez pior, vejamos o caso do crédito rotativo do cartão de crédito que tem uma taxa de juros de 300% ao ano. Tratando-se dos tipos mais comuns de empréstimo, o consignado e o pessoal, não existem muitas regras que regulem a cobrança de juros e não é incomum que casos de juros abusivos acabem em ações judiciais, o que pode ser um grande transtorno. 

Dessa maneira, esteja muito atento no momento de contratar um empréstimo e faça uma pesquisa de mercado para encontrar as menores taxas e juros. 

Tarifas abusivas

Além dos juros com valores exorbitantes, outro problema que precisa ser enfrentado por quem decide fazer um empréstimo são as taxas e tarifas. Muitos contratos de bancos vem carregado delas, por isso, é preciso ter muita atenção no momento de tomar sua decisão.  

Quando o empréstimo vale a pena?

Cada caso é um caso, decidir se um empréstimo vale a pena ou não, pode não ser uma tarefa tão simples ou uma pergunta com resposta pronta. Para tomar essa decisão é preciso levar em conta diferentes fatores

Vamos lá, se você está na situação de decidir por arriscar ou não com essa forma de solicitação de crédito, siga alguns passos: 

Comece analisando de forma geral qual é sua situação atual, como anda sua vida financeira, será que você conseguirá arcar com as parcelas do empréstimo?

Depois de analisar sua saúde financeira, busque por alternativas, quais são as outras possibilidades além do empréstimo e por que o empréstimo é a melhor opção? Muitas pessoas buscam empréstimos para quitar outras dívidas e lidar com juros menores, contudo, nesses casos o empréstimo não é a melhor saída já que é possível negociar o valor de débitos bancários. Nesse sentido, sempre busque por opções.  

Descobriu que a solicitação do crédito é realmente a melhor saída no seu caso? Então, agora, faça uma pesquisa sobre as opções de crédito disponíveis em diferentes bancos, analise os contratos, as taxas e os juros. 

Agora, você já tem todas as informações necessárias para tomar sua decisão. Já sabe que saber se um empréstimo vale a pena ou não é uma questão variável e que está fortemente ligada a cada situação em específico. 

Quer continuar recebendo mais informações sobre finanças e saúde financeira que poderão te ajudar e salvar a sua vida financeira? Então continue acompanhando o blog da Solução Financeira. Até a próxima! 

Posts relacionados

Solução Financeira – CNPJ: 23.847.868/0001-27